quinta-feira, setembro 09, 2010

Sobre o concerto de Budapeste...

Queridos amigos,
nesta mensagem quero deixar o meu profundo agradecimento a todos quantos se interessam pela nossa cultura, na Hungria, num país aparentemente distante mas na realidade muito conhecedor e interessado em nós...
Obrigada a todos os que escreveram sobre nós, anunciando ou falando sobre as sensasões e opiniões sobre tudo o que demos neste concerto!
Tive a sorte de ter algumas traduções que gostaria de partilhar convosco:
in Estihirlap,
Como se estivesse de novo em casa
Sucesso estrondoso de Joana Amendoeira uma das vozes de maior destaque da nova geração de fadistas, aplaudida de pé pelo público de Budapeste.
A diva de 28 anos tem vários elos de ligação com a Hungria. Ela própria afirma considerar a sua segunda casa. O seu primeiro concerto, apenas com 16 anos foi em Budapeste e desde então já actuou várias vezes em Budapeste e noutras cidades. No concerto"jubileu" de Zorán cantou uma canção em húngaro, Presser Gábor compos um especial "fado húngaro" para ela. Joana Amendoeira gostaria de se apresentar em mais cidades húngaras e está a praparar uma versão especial do seu álbum recentemente editado " Sétimo Fado".
e
in Magyar Hirlap,
A Amendoeira e músicas húngaras
Concerto. Ambiente junto ao Tejo com Joana Amendoeira
O fado é uma arma de dois gumes, doce-melancolico e português, se há melancolia e tristeza em demasia o concerto pode tornar-se monótono, se tiver novas músicas em excesso e se quase não se escutam alguns dos fados clássicos interpretados em concertos anteriores. Será que o público consegue tocar nesta forma extraordinária de sentir, que vem dos cantos e das danças dos escravos negros do Brasil dos séculos XVII-XVIII, das tradições seculares dos trovadores e do bel-canto? Se se consegue o equilíbrio, percebe-se a alma portuguesa, através da saudade e então no fado está lá tudo, o amor, a despedida, a cidade, as dificuldades do povo.
Devemos confessar que no início tivemos algum receio, pois pareceu ser um arranque difícil, como se a Joana Amendoeira e os seus músicos estivessem demasiadamente tensos. Depois a partir da terceira música a tensão desapareceu e foi a vez do verdadeiro fado.
Na música da Amália Rodrigues, ficou bem claro que nesta moça (ainda só tem 28 anos) há muito mais do que nós podemos ver em um-dois clips. Sim: foi num fado clássico que surgiu à vista de todos. ela já nasceu fadista (...)e não faz mal nenhum que o fado tradicional seja acompanhado por duas guitarras portuguesa e acústica, mas se temos aqui um pianista tão bom-Filipe Raposo-, e um baixo-Paulo Paz-, e ainda bem. Claro que não podia faltar a guitarra portuguesa, com o Pedro Amendoeira, irmão e a viola de fado com Pedro Pinhal. a surpresa foi o cello electrónico com o Davide Zaccaria que tão bem se integrou no fado.
As novas músicas, recentemente lançadas no novo álbum "Sétimo Fado", com tratamento musical muito interessante, são diferentes do fado clássico, mas são músicas muito boas. Ao lado do improviso do piano, do baixo, lá estava a guitarra portuguesa, para assistirmos a um concerto de fado autêntico.
A surpresa foi a canção de Zorán, "Az Unnep", que cantou sózinha, é verdade que às vezes não entendemos, mas outras cantou perfeito em húngaro, sem um erro- E é tão bom, tão bom ouvir esta música pela voz da Joana, com os condimentos do fado português. Até Presser Gábor escreveu a música de um fado húngaro, com palavras de um letrista português.
Na perfeição, a recriação do ambiente junto ao Tejo. Ñós vimos os eléctricos pelas ruas de Lisboa dos anos 80, Alfama com as suas casas de Fado, sentimos o perfume do mar.
A outra oferta, foi a música de Koncz Zsuzsa, "Serei Jardineiro", que Joana aprendeu no dia anterior. Lutou um pouco com o idioma húngaro, mas foi tão autêntico, uma interpretação maravilhosa. De referir que o nome de família da cantora-Amendoeira- segundo a tradição bíblica significa a presença de Deus e simboliza a sua compaixão.
Na verdade a voz e a música da Joana Amendoeira conseguiram despertar emoções transcendentais nos espectadores..."
Artigos publicados:


1 comentário:

Nessa disse...

Querida Joana, que esta noite vc esteja masi iluminada que a noite anterior. desejamos um excelente espetaculo, mil bjs, Vanessa e Neto, SP Brasil